ALGUNS DOS MEUS PENSAMENTOS.

       Na minha escala de valores, o amor vem sempre antes da justiça porque mesmo a justiça é uma questão de amor. Precisamos sempre considerar a igualdade dos desiguais, uma preocupação que também era de Rui Barbosa. A maneira mais simples e mais correta de assegurar o futuro, depois de tê-lo planejado, é trabalhar no presente. Nada existe de mais castrador e desestimulador para o ser humano do que o paternalismo. Os nossos programas sociais têm sempre um elevado teor de paternalismo. Vontade política e vergonha na cara são expressões rigorosamente iguais, com o mesmo significado. A sociedade não pode negar amor e fraternidade, mas tem que cobrar responsabilidade e praticar a justiça. Ainda somos o país dos absurdos; a imunidade parlamentar é um deles. Outros dois absurdos são o voto obrigatório e a permissão aos analfabetos para que votem. É facílimo perceber que o voto obrigatório é prejudicial ao aprimoramento democrático..

< Voltar