MAIS UMA VEZ, FIZERAM UMA REFORMA POLÍTICA!

       Que coisinha ridícula! Vocês já observaram como são as reformas que aqueles 594 que estão no Congresso Nacional fazem e que têm coragem de chamar de reforma? Numa das reformas que fizeram, quase no fim do século passado, fizeram uma reforma política no mesmo estilo desta. Vocês devem estar lembrados do que consistiu aquela reforma: apenas em permitir uma (uma só) reeleição para os cargos executivos. Agora, a finalidade desta é acabar com a possibilidade de uma reeleição. Que coisinha ridícula! Fazem e desfazem! Mas vocês precisam ter bastante calma e paciência. Afinal, só sabem fazer isso mesmo! Uma reforma política de verdade seria muito mais profunda, bastante além do que talvez pudessem eles imaginar. Infelizmente, não há espaço suficiente aqui, mas, se vocês estiverem interessados em conhecer a reforma política que proponho, e da qual o Brasil precisa bastante, poderão encontrá-la no meu livro “Aqueles de Brasília”, disponível no site das nossas maiores livrarias. A melhor reforma nem é essa que proponho. Quem precisa ser submetido a uma reforma, que precisa ser total, é o nosso Congresso, principalmente aqueles que lá estão. Aqueles precisam sim de uma boa reforma! Mas penso que pra eles não basta uma reforma, que seria muito difícil e até impossível. No caso dos nossos deputados federais e dos nossos senadores, precisamos dar perda total. Aliás, não seria perda: SERIA LUCRO. E já começaram a discutir sobre a maioridade! Estou tremendo na base. Imaginem vocês aqueles lá discutindo um tema dessa magnitude! Podem vocês apostar que lá veem asneiras, e das grandes e grossas.

< Voltar